terça-feira, 22 de fevereiro de 2011


O FIM DO QUE NÃO HOUVE
  
   Assim termina o que não deveria ter começado...
    Um amor mal aproveitado,
     que sequer deveria ter existido...
   Tantas incompreensões,
     mataram todas as emoções...

   Um amor, pra ser amor,
     tinha que haver compreensão,
diálogo, harmonia,
   não podia ser apenas a emoção de um dia...

    Aquela paixão fugaz,
      não deixa paz...

  Assim termina o que não começou...
     Deixou o  amargo de algo perdido no passado...
   Apenas um adeus magoado,
    que não existiu...
    Apenas ficou essa triste dor,
      marcando mais uma vez
o fim desse amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário