domingo, 11 de julho de 2010


Você em Mim

Hoje queria tirar você de mim.
Lavei meu corpo de você
Lavei minhas dores, minha desilusão,
os vestígios do nosso
amor que ainda estavam em mim.
Todas as suas mentiras,
Seus beijos, suas declarações de falso amor
Esfreguei forte sua traição.
Lavei minhas mágoas, minha solidão,
minha tristeza, minhas lágrimas
Esfreguei minha alma, meu coração.
O amor que sinto por você esfreguei
com tanta força,
Que meu coração sangrou...
Queria que a dor...você...este amor...
fossem embora com a água.
Queria que tudo que sentia por você
e ainda estava impregnado em mim
escorresse junto com a água...
pelo ralo...
Só assim me sentiria limpa de você
Quando terminei, me vesti de branco.
Percebi que a paz não veio
Não adiantou
Você continua aqui,
fazendo parte de mim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário